Blog Vibramol blog Você sabe como é produzido o aço?

Você sabe como é produzido o aço?


Basicamente, o aço é uma liga de ferro e carbono. O ferro é encontrado em toda crosta terrestre, fortemente associado ao oxigênio e à sílica.

O carbono é também relativamente abundante na natureza e pode ser encontrado sob diversas formas. Na siderurgia, usa-se carvão mineral, e em alguns casos, o carvão vegetal.

O aço é um material muito utilizado em nosso dia a dia, como em estruturas metálicas, de telhado, reboques, grades, manutenção de máquinas, portões, aparelhos de ginástica, brinquedos, entre outros.

Neste artigo iremos explicar como é o processo de produção do aço, além de algumas informações interessantes. Continue a leitura!

Classificações

As usinas de aço do mundo inteiro classificam-se segundo o seu processo produtivo:

  •         Integradas – que operam as três fases básicas: redução, refino e laminação; participam de todo o processo produtivo e produzem aço.
  •         Semi-integradas – que operam duas fases: refino e laminação. Estas usinas partem de ferro gusa, ferro esponja ou sucata metálica adquiridas de terceiros para transformá-los em aço em aciarias elétricas e sua posterior laminação.

As usinas também podem ser assim classificadas:

  •         De semi-acabados (placas, blocos e tarugos);
  •         De planos aços carbono (chapas e bobinas);
  •         De planos aços especiais / ligados (chapas e bobinas);
  •         De longos aços carbono (barras, perfis, fio máquina, vergalhões, arames e tubos sem costura);
  •         De longos aços especiais / ligados (barras, fio-máquina, arames e tubos sem costura).

Existem ainda unidades produtoras chamadas de não integradas, que operam apenas uma fase do processo: processamento (laminação ou trefilas) ou redução.

Laminação

Estão os segmentos de relaminadores, principalmente de placas e tarugos, adquiridos de usinas integradas ou semi-integradas e os que relaminam material sucatado.

Trefilação

Trata-se das trefilarias que dispõem apenas de trefilas, em que produtores de arames e barras utilizam o fio-máquina como matéria prima.

Redução

São os produtores de ferro gusa, os chamados guseiros, que têm como característica comum o emprego de carvão vegetal em altos fornos para redução do minério, mas que se trata de atividade industrial distinta.

Etapas da produção do aço

O aço é produzido por remoção de impurezas, como o carbono do ferro em bruto ou da gusa, produzido pelos altos-fornos.

A fabricação do aço pode ser dividida em quatro etapas: preparação da carga, redução, refino e laminação. Confira a seguir:

Preparação da carga

A carga é levada por caçambas e introduzida na parte superior do alto-forno, que é fundamentalmente formada por minério de ferro e carvão coque. O produto resultante é chamado de sinter.

Redução

Essas matérias-primas, agora preparadas, são carregadas no alto forno, e as impurezas presentes no minério de ferro são removidas com seu aquecimento, juntamente com carvão mineral e outras substâncias.

Esse processo de aquecimento resulta no ferro-gusa (usado na produção do aço pelo alto teor de carbono) e na escória (podendo ser usada na fabricação de cimento).

Refino

Nessa etapa, parte do carbono contido na gusa é removido juntamente com impurezas. Outras substâncias são acrescentadas para conferir propriedades.

Ao fim do processo é produzido o aço na forma líquida. A maior parte do aço líquido é solidificada em equipamentos de lingotamento contínuo para produzir semi-acabados, lingotes e blocos.

Laminação

Os semi-acabados, lingotes e blocos são processados por equipamentos chamados laminadores e transformados em uma grande variedade de produtos siderúrgicos, cuja nomenclatura depende de sua forma e/ou composição química.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Post