Blog Vibramol blog Segurança na indústria: como reduzir os acidentes de trabalho na sua fábrica

Segurança na indústria: como reduzir os acidentes de trabalho na sua fábrica


Garantir a segurança de trabalho é uma preocupação constante na vida dos gestores de indústrias.

Isso porque o chão de fábrica é um ambiente cheio de perigos, como máquinas, redes elétricas de alta-tensão e caldeiras.

Tal fato reforça o dever dos empregadores de proteger seus funcionários dos perigos do exercício da profissão, implementando políticas internas para eliminar os acidentes.

Pensar em como melhorar a segurança é fundamental para reduzir custos e proporcionar um ambiente de trabalho saudável e de melhor qualidade.

Sabendo da relevância desse tema, confira esta lista com algumas boas práticas relacionadas à segurança dos trabalhadores.

Acompanhe!

Sinalize as áreas perigosas

É importante que todos os locais de riscos estejam devidamente sinalizados, como ambientes sujeitos a presença de gases, espaços confinados e até mesmo piso molhado.

Existem sinais e símbolos cuja padronização é de nível global, sendo utilizadas como mecanismo de orientação e alerta sobre os mais variados riscos dentro do ambiente de uma indústria.

Uma boa dica é utilizar materiais coloridos, que tenham um forte apelo visual, pois as imagens são muito mais eficientes do que textos longos.

Automatize os processos

Fazer a automatização dos processos é essencial, pois isso permite que máquinas e os sistemas automatizados assumem a execução de atividades perigosas e se encarregam de agir autonomamente caso algum risco seja identificado.

Sendo assim, atividades que eram repetitivas e que algum tipo de risco hoje dão lugar a máquinas automatizadas e robôs, que são preventivamente desligados caso um funcionário ultrapasse uma área ou não utilize as proteções necessárias.

Forneça e exija o uso de Equipamentos de Segurança Individual (EPIs)

O uso dos equipamentos de segurança é obrigatório e deve estar de acordo com os riscos que a sua fábrica oferece e com a função do trabalhador.

Uma empresa responsável não deve jamais negligenciar o uso dos equipamentos de proteção, pois essa prática pode resultar em processos trabalhistas indesejáveis.

Além do trabalho de conscientização para o uso correto, deve sempre haver fiscalização para que a empresa se certifique que tudo está sendo feito de maneira correta.

Portanto, é preciso ser insistente e cobrar colaboradores que insistem em desrespeitar as normas básicas de segurança. Os membros da CIPA (Comissão Interna de Prevenção de Acidentes) podem ser de grande auxílio nesse quesito.

Treine e conscientize os funcionários

Muitas das vezes, os funcionários não entendem de que forma os equipamentos de proteção e as normas de segurança podem ajudá-los.

Por isso, oferecer treinamentos e políticas de conscientização é fundamental para mostrar os riscos reais aos quais cada trabalhador está exposto, ensinando-os a lidarem de forma adequada e segura com os equipamentos e maquinários.

Capacitar os funcionários reduz significativamente a quantidade de acidentes e fortalece a cultura de segurança no ambiente.

Crie uma cultura de segurança

Não basta apenas disponibilizar os equipamentos corretos de segurança. É necessário criar uma cultura de segurança, caso contrário, erros e acidentes vão continuar acontecendo.

Para isso, promova um ambiente no qual cada um dos colaboradores tenha a exata noção do motivo de estar usando um determinado equipamento para usá-lo de forma natural.

Assim, os colaboradores ajudam a tornar o local mais seguro e também vistoriam se os colegas estão seguindo as normas de segurança.

Esses são apenas alguns dos procedimentos e ideias que a empresa pode adotar para reduzir a ocorrência de acidentes de trabalho.

Com essas ações, a planta produtiva da sua empresa fica menos suscetível a acidentes e imprevistos.

E não se esqueça de que é fundamental seguir as leis de proteção dos trabalhadores, sempre focando na saúde e bem-estar de todos os envolvidos.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Post